Pesquisar este blog

MPB - Google Notícias

Quem Somos?


 A Rádio Campinarte na verdade é um blog com o objetivo de divulgar, promover e na medida do possível gerar renda para os artistas (músicos) em particular do Terceiro Distrito de Duque de Caxias no Rio de Janeiro.
Um blog com cara de rádio, notícias do mundo do rádio, cantores do rádio.Um blog que tem como uma de suas principais bandeiras os novos talentos sem esquecer dos grandes nomes da música popular brasileira de todos os tempos; sem esquecer os pioneiros, os baluartes, os verdadeiros ícones da era de ouro do rádio. Fazemos isso para que esses novos talentos não percam de vista nossas referências musicais que até hoje são veneradas mundo a fora - uma forma que encontramos de dizer um MUITO OBRIGADO àqueles que nos proporcionaram (e continuam proporcionando) com suas vozes, suas músicas, momentos de paz e alegria. Uma maneira de agradecer a todos que ajudaram a compor as trilhas sonoras de milhões e milhões de pessoas.
Este blog irá gradativamente estreitar os seus laços com as Rádios Comunitárias que desenvolvem um papel importantíssimo em nossos bairros.
A Rádio Campinarte tem (fundamentalmente) um compromisso com a qualidade e o bom gosto / e qualidade e bom gosto nos vamos pinçar nos nossos bairros, o que nós queremos mesmo é fazer jus ao nome: RÁDIO CAMPINARTE - O SOM DAS COMUNIDADES.

Nenhum texto alternativo automático disponível.
CLIQUE NAS IMAGENS E OUÇA OS NOSSOS ESPECIAIS

  
   

O SHOW DO COMÉRCIO DO CAMPINARTE

quarta-feira, 10 de maio de 2017

Dia das Mães



DIA DAS MÃES
dia das mães é um feriado comemorado ao redor do mundo, em diferentes épocas do ano, dependendo dos costumes do país. Sua origem contemporânea faz referencia ao Dia da Amizade das Mães e organizada em 1865 por Ann Maria Reeves Jarvis , onde as mães se reuniram para trocar pontos de vista sobre vários temas.
A data celebra a maternidade e é um tempo para apreciar as mães e figuras maternas. Muitas pessoas dão presentes, cartões, flores, doces, uma refeição em um restaurante ou outras guloseimas às suas figuras maternas e mãe, incluindo avós, bisavós, madrastas e mães adotivos.
É comemorado em várias datas em muitas partes do mundo. Embora as origens do feriado remonta aos tempos dos antigos gregos e romanos.

História

As primeiras celebrações do Dia das mães remonta à Grécia antiga , onde se rendeu honras a mãe dos deuses Zeus , Poseidon e Hades.
Católicos celebraram essa data para honrar a Virgem Maria , mãe de Jesus. No calendário católico em 08 de dezembro celebra-se o dia da Imaculada Conceição , a data em que os católicos adotaram para a celebração do dia das mães.
A tradição de se comemorar o dia das mães remonta à Grécia antiga, constituindo parte da mitologia. No início da primavera, era organizada uma festa em homenagem a Rhea, mãe dos deuses.
No início do século XVII, a Inglaterra começou a dedicar o quarto domingo da Quaresma às mães das operárias inglesas.
Era nesse dia que as trabalhadoras tinham folga para ficar em casa com as mães.
Foi uma americana, Ana Jarvis, da Filadélfia, em 1907, quem iniciou a campanha para instituir o Dia das Mães, já que ela mesma havia entrado em profunda depressão por ocasião do falecimento de sua mãe. Preocupadas com aquele sofrimento, algumas amigas tiveram a idéia de perpetuar a memória de sua mãe com uma festa.
Ana quis que a homenagem fosse estendida a todas as mães.
E em pouco tempo a comemoração se alastrou por todo o país e, em 1914, sua data foi oficializada pelo presidente Wilson: dia 9 de maio.
A história mais antiga do Dia das Mães remonta ao antigo festival anual de primavera os gregos dedicados a deusas maternas. Os gregos usaram a ocasião para homenagear Rhea, esposa de Cronus e mãe de muitas divindades da mitologia grega.
Os antigos romanos, também, celebrou uma festa da primavera, chamada Hilaria dedicado a Cybele, a deusa-mãe. Pode-se notar que as cerimônias em honra de Cybele começou cerca de 250 anos antes de Cristo nasceu. A celebração feita em The Ides of March, fazendo oferendas no templo de Cibele durou três dias e contou com desfiles, jogos e mascaradas. As celebrações eram notórios o suficiente para que os seguidores de Cibele foram banidos de Roma.
Os primeiros cristãos comemoraram o Dia da Mãe das sortes durante o festival no quarto domingo da Quaresma em honra da Virgem Maria, a Mãe de Cristo. Na Inglaterra, o feriado foi expandido para incluir todas as mães. Foi então chamado Dia das Mães. A história mais recente de Dia das Mães remonta a 1600, na Inglaterra.
No Brasil, o Dia das Mães é celebrado no segundo domingo de maio, conforme decreto assinado em 1932 pelo presidente Getúlio Vargas.
Ao pensar em mãe, é comum vir à mente uma sensação gostosa de carinho e proteção. Quem não se lembra das vezes em que a mãe acobertou uma travessura para que pai não o deixasse de castigo? Ou do colo reconfortante quando o mundo parecia conspirar contra nós? Mãe é isso e muito mais. É o porto seguro que todos precisamos. É a nostalgia dos melhores momentos de nossas vidas.
Ser mãe é educar, preparar um ser pequeno para toda a vida.
Existem diversos tipos de mães: umas que cuidam demais, outras que são autoritárias; aquelas que deixam seus filhos crescerem de uma maneira mais liberal…independente de qual seja, a figura materna tem um lugar especial reservado no coração de cada um de nós.
É importante que, não só nesse dia, mas durante todo o ano, nos lembremos sempre do grande carinho e de toda a dedicação que nossas mães tiveram por nós durante toda a vida. Reconhecimento, atenção e amor é o mínimo que podemos oferecer àquela que, mais do que ninguém, nos fez ser tudo o que somos. À todas as mães, nosso muito obrigado!
Fonte: Prato Feito/www.mothersdaycelebration.com

sábado, 6 de maio de 2017

De Volta no Tempo / Especial - Ritchie


Richard David Court
 6/5/1952 Beckenham, Inglaterra

Cantor. Compositor. Instrumentista. / Nascido na Inglaterra, filho de militar, morou no Quênia, Iêmen, Itália e Dinamarca. Cursou Literatura Inglesa na Universidade de Oxford (Magdalen College).
[Saiba Mais]

Dados Artísticos

Começou a sua carreira ainda em Londres, tocando flauta em vários grupos de rock, entre eles o Everyone Involved, com o qual gravou o LP "Either/Or", em 1972. Nessa época, foi apresentado a Rita Lee, Liminha e Lúcia Turnbull, que o convidaram para conhecer o Brasil. Nesse mesmo ano, veio para este país, onde fixou residência definitivamente.

Participou de vários conjuntos, entre os quais (...)
[Saiba Mais]

Obras

  • ...E a vida continua...
  • A mulher invisível (c/ Bernardo Vilhena e Steve Hackett)
  • A perdida ilusão (c/ Bernardo Vilhena e William Forghieri)
  • A vida tem dessas coisas (c/ Bernardo Vilhena)
  • Agora ou jamais (c/ Vinícius Cantuária)
  • Arrastão (c/ Vinícius Cantuária)
[Saiba Mais]

Discografia

  • (2003) Assim, assado - Tributo a Secos & Molhados • Deck Disc • CD
  • (2002) Auto Fidelidade • DeckDisk • CD
  • (2002) Reunião-O Brasil dizendo Drummond • Selo Luz da Cidade • CD
  • (1993) Tigres de Bengala • PolyGram • CD
  • (1990) Sexto sentido • PolyGram • CD
  • (1988) Pra ficar contigo • PolyGram • LP
[Saiba Mais]

Shows

  • Auto fidelidade. Teatro Rival BR, RJ.
[Saiba Mais]

Bibliografia Crítica

  • ALBIN, Ricardo Cravo. Dicionário Houaiss Ilustrado Música Popular Brasileira - Criação e Supervisão Geral Ricardo Cravo Albin. Rio de Janeiro: Rio de Janeiro: Instituto Antônio Houaiss, Instituto Cultural Cravo Albin e Editora Paracatu, 2006.
  • AMARAL, Euclides. Alguns Aspectos da MPB. Rio de Janeiro: Edição do Autor, 2008. 2ª ed. Esteio Editora, 2010.
  • CHAVES, Xico e CYNTRÃO, Sylvia. "Da Paulicéia à Centopéia Desvairada - As Vanguardas e a MPB". Rio de Janeiro: Elo Editora, 1999.
  • MARCONDES, Marcos Antônio. "Enciclopédia da Música Brasileira - Erudita, folclórica e popular". São Paulo: Arte Editora/Itaú Cultural/Publifolha - 2ª edição. 1998.
  • PASCHOAL, Marcio. "Pisa na fulô mas não maltrata o carcará. Vida e obra do compositor João do Vale, o poeta do povo". Rio de Janeiro: Lumiar Editora, 2000.
  • SEVERIANO, Jairo e MELLO, Zuza Homem de. "A Canção no Tempo (Volume 2)". São Paulo: Ed. 34. 1985.
[Saiba Mais]

Ritchie - Dicionário Cravo Albin da Música Popular Brasileira

sexta-feira, 5 de maio de 2017

Memória - Dicas e Fatos do Samba / Almir Guineto





Almir de Souza Serra
* 12/7/1946 Rio de Janeiro, RJ

+ 05 / 05 / 2017, RJ
Cantor. Compositor.

Filho do violonista Iraci com Dona Fia (Costureira e compositora da Escola de Samba Acadêmicos do Salgueiro). Irmão de Mestre Louro, diretor de bateria do Salgueiro (falecido). Nascido e criado no Morro do Salgueiro.
Na década de 1970, fez parte do grupo de compositores que frequentavam o Bloco Carnavalesco Cacique de Ramos. Por essa época, (...)

Dados Artísticos

Surgiu para o grande público no ano de 1969 quando se transferiu para São Paulo para ser cavaquinista do grupo Os Originais do Samba, que também era integrado pelo cantor e humorista Mussun.
Integrou o grupo Fundo de Quintal em sua primeira formação.
Em 1979, Beth Carvalho gravou "Pedi ao céu" (c/ Luverci Ernesto), "Tem nada não" (c/ Jorge (...)

[Saiba Mais]

Obras


  • Almas & corações (c/ Luverci Ernesto)
  • Ave coração (c/ Luverci Ernesto)
  • Batendo na palma da mão (c/ Guará da Empresa)
  • Bombaim (c/ Arlindo Cruz e Sombrinha)
  • Cachorro (c/ Caprí)
  • Cartão de vista (c/ Adalto Magalha)
[Saiba Mais]

Discografia

  • (2012) Cristo Redentor 80 Anos Ao vivo (participação) • EMI • CD
  • (2012) Cristo Redentor 80 Anos Ao vivo (participação) • EMI • DVD
  • (2012) Cartão de visita • Independente • CD
  • (2011) O Suburbano (reedição) • Microservice • CD
  • (2003) Sambas de Almir • Vieira Records • CD
  • (2002) Todos os pagodes • Paradoxx • CD



quarta-feira, 3 de maio de 2017

Especial / Agnaldo Rayol


Agnaldo Coniglio Rayol
 3/5/1938 Rio de Janeiro, RJ


Cantor.

Embora nascido no Rio de Janeiro, morou na cidade de Natal no Rio Grande do Norte até os 17 anos.
[Saiba Mais]

Dados Artísticos

Com possante voz, ao estilo dos grandes cantores tradicionais, como Carlos Galhardo, iniciou a carreira na Rádio Nacional,em 1946, aos oito anos de idade, onde se apresentou no programa de Renato Murce, "Papel carbono". Pouco depois, foi com a família para o Nordeste, residindo em Natal(RN). Neste período atuou como ator de rádio e cantor na Emissora Natalense, na Rádio (...)
[Saiba Mais]

Discografia

  • (2011) O amor é tudo (coletânea) - Microservice - CD
  • (2000) Agnaldo Rayol • Sony Music • CD
  • (2000) Mensageiro do amor • CD
  • (2000) Sempre boleros • CD
  • (1999) Focus • BMG • CD
  • (1999) Você é um pouco de mim • EMI • CD
[Saiba Mais]

Bibliografia Crítica

  • AZEVEDO, M. A . de (NIREZ) et al. Discografia brasileira em 78 rpm. Rio de Janeiro: Funarte, 1982.
  • CÂMARA, Leide. Dicionário da Música do Rio Grande do Norte. Acervo da Música Potiguar. Rio Grande do Norte, 2001.
  • MARCONDES, Marcos Antônio. (ED). Enciclopédia da Música popular brasileira: erudita, folclórica e popular. 2. ed. São Paulo: Art Editora/Publifolha, 1999.
[Saiba Mais] 

Seguidores

Ouça grátis as 100 maiores músicas do Jazz

Ouça grátis as 100 maiores músicas do Jazz
Clique na imagem

22 de Novembro é dia de Santa Cecília...

Padroeira dos músicos, por isso hoje também é comemorado o dia do músico. O músico pode ser arranjador, intérprete, regente e compositor. Há quem diga que os músicos devem ter talento nato para isso, mas existem cursos superiores na área e pessoas que estudam música a vida toda.
O músico pode trabalhar com música popular ou erudita, em atividades culturais e recreativas, em pesquisa e desenvolvimento, na edição, impressão e reprodução de gravações. A grande maioria dos profissionais trabalha por contra própria, mas existem os que trabalham no ensino e os que são vinculados a corpos musicais estaduais ou municipais.
A santa dos músicos
Santa Cecília viveu em Roma, no século III, e participava diariamente da missa celebrada pelo papa Urbano, nas catacumbas da via Ápia. Ela decidiu viver casta, mas seu pai obrigou-a a casar com Valeriano. Ela contou ao seu marido sua condição de virgem consagrada a Deus e conseguiu convence-lo. Segundo a tradição, Cecília teria cantado para ele a beleza da castidade e ele acabou decidindo respeitar o voto da esposa. Além disso, Valeriano converteu-se ao catolicismo.

Mito grego
Na época dos gregos, dizia-se que depois da morte dos Titãs, filhos de Urano, os deuses do Olimpo pediram que Zeus criasse divindades capazes de cantar as vitórias dos deuses do Olimpo. Então, Zeus se deitou com Mnemosina, a deusa da memória, durante nove noites consecutivas. Nasceram dessas noites as nove Musas. Dessas nove, a musa da música era Euterpe, que fazia parte do cortejo de Apolo, deus da Música.
Fonte: UFGNet

Rádio MEC AM

CONTOS NO RÁDIO